Por Wellington Roberto, G1 Presidente Prudente

Um rapaz de 20 anos foi preso por tráfico de droga e porte ilegal de munição de uso permitido no início da noite desta terça-feira (30), no Terminal Rodoviário de Presidente Prudente.

Conforme informações da Polícia Militar ao G1, uma equipe estava em patrulhamento pelas imediações da rodoviária, na Vila Nova, quando, no cruzamento das ruas Doutor José Foz e Luiz Cunha, viu o suspeito, que apresentou nervosismo, resultando em uma abordagem.

Durante o procedimento, nada de ilícito foi localizado com o jovem. Ele alegou aos militares que havia vindo de Ponta Porã (MS) com sua namorada, a qual estava na rodoviária.

Os policiais se deslocaram até o local e não encontraram nenhuma companheira do suspeito. Um outro PM que estava no Terminal Rodoviário informou aos militares que já havia visto o suspeito no local por volta das 17h, guardando suas bagagens no guarda-volumes.

A equipe policial, então, se deslocou até o guarda-volumes e solicitou as malas do suspeito mediante apresentação do comprovante emitido pelo setor. O jovem afirmou que as bagagens eram dele e permitiu que os policiais realizassem o procedimento de revista.

Nas malas, foram encontrados 30 tabletes de maconha e 50 munições de calibre 38, conforme a PM.

O suspeito confessou a prática do tráfico de droga e alegou que comprou o entorpecente em Ponta Porã pelo valor de R$ 3,2 mil e o venderia em Belo Horizonte (MG).

Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia Participativa da Polícia Civil, onde o caso foi registrado.

Munições de calibre 38 foram apreendidas em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Munições de calibre 38 foram apreendidas em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto

Um rapaz de 20 anos foi preso por tráfico de droga e porte ilegal de munição de uso permitido no início da noite desta terça-feira (30), no Terminal Rodoviário de Presidente Prudente.

Conforme informações da Polícia Militar ao G1, uma equipe estava em patrulhamento pelas imediações da rodoviária, na Vila Nova, quando, no cruzamento das ruas Doutor José Foz e Luiz Cunha, viu o suspeito, que apresentou nervosismo, resultando em uma abordagem.

Durante o procedimento, nada de ilícito foi localizado com o jovem. Ele alegou aos militares que havia vindo de Ponta Porã (MS) com sua namorada, a qual estava na rodoviária.

Os policiais se deslocaram até o local e não encontraram nenhuma companheira do suspeito. Um outro PM que estava no Terminal Rodoviário informou aos militares que já havia visto o suspeito no local por volta das 17h, guardando suas bagagens no guarda-volumes.

A equipe policial, então, se deslocou até o guarda-volumes e solicitou as malas do suspeito mediante apresentação do comprovante emitido pelo setor. O jovem afirmou que as bagagens eram dele e permitiu que os policiais realizassem o procedimento de revista.

Nas malas, foram encontrados 30 tabletes de maconha e 50 munições de calibre 38, conforme a PM.

O suspeito confessou a prática do tráfico de droga e alegou que comprou o entorpecente em Ponta Porã pelo valor de R$ 3,2 mil e o venderia em Belo Horizonte (MG).

Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia Participativa da Polícia Civil, onde o caso foi registrado.

Munições de calibre 38 foram apreendidas em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Munições de calibre 38 foram apreendidas em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Tabletes de maconha foram apreendidos em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Tabletes de maconha foram apreendidos em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Munições e tabletes de maconha foram apreendidos — Foto: Wellington Roberto/G1

Munições e tabletes de maconha foram apreendidos — Foto: Wellington Roberto/G1

Tabletes de maconha foram apreendidos em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Tabletes de maconha foram apreendidos em Presidente Prudente — Foto: Wellington Roberto/G1

Munições e tabletes de maconha foram apreendidos — Foto: Wellington Roberto/G1

Munições e tabletes de maconha foram apreendidos — Foto: Wellington Roberto/G1